morto

Igrejas e Cemitérios

Eu sou do tempo em que igrejas e cemitérios ficavam abertos o dia todo e não precisavam de porteiros ou guardas para vigiar. Não havia roubos de imagens, nem objetos como dentes de ouro de defuntos. Alguns cemitérios já não permitem velórios à noite, por medo de arrastões. Depois das seis fecham as portas, o falecido repousa sozinho, e só no dia seguinte as pessoas voltam para realizar [...]