Mais lembranças: Natal de 1960

É Natal, ano de 1960.Caminho pelas ruas da cidade de Belo Horizonte olhando as vitrines das lojas. Era o programa favorito e especial das pessoas, a maioria pobres, sem muito poder de consumo. Eu era uma delas. Saio do trabalho, Casa Abreu, atual Centro Ótico, na Avenida Afonso Pena esquina de Rua São Paulo, sigo em direção à Rua da Bahia. Vejo o Banco da Lavoura na Praça Sete, esquina de [...]

O presente que não veio

* Guilherme Cardoso Queria ganhar um presente, Bem bonito no Natal passado. Um sapato bem novinho, O que eu tinha estava todo furado. -x- Aconselharam-me amigos leais, Meu velho sapato na janela colocar. Para que no outro dia Papai Noel, Meu presente pudesse deixar. -x- Dos amigos segui o conselho, Meu único sapato na janela coloquei. Esperançoso na crença de criança, Antes da meia-noite logo [...]

Algumas lembranças

Raramente vou ao centro da cidade. A maior parte das coisas a gente faz é no bairro ou nos shoppings. Hoje tive que ir. Fui ao dentista. E me bateu uma saudade danada. Lembrei-me do cine Acaiaca, passei em frente à loja do Foto Zatz,  na Rua Tamoios, por onde saiam os frequentadores do cinema. Recordei da TV Itacolomi, último andar do prédio, Kopenhagen, loja de chocolates finos, Afonso Pena [...]

Compras eram na caderneta…

Nos anos 1950 e 1960, não havia supermercados, shoppings-centers eram ficção. As compras do dia a dia eram feitas no armazém da esquina e colocadas na caderneta para serem pagas no final do mês, ou aos poucos, conforme o que se recebia. Ninguém fazia compras para o mês inteiro ou sequer para uma semana. Dificilmente alguém dava o cano, deixava de pagar a caderneta. As compras eram feitas [...]

Missa aos domingos

Como de costume, aos domingos vou a missa. É um hábito religioso adquirido desde criança. Mesmo quando estou em viagens, nos lugares que já fui, Argentina, Chile, Portugal, Itália, Estados Unidos, se é domingo, procuro uma igreja, assisto a missa e faço minhas orações. Coisas de gente antiga. E é na igreja, durante as missas, que a gente observa como tudo está mudado, em se tratando do [...]