Pompéia, anos 60.

Casos e causos vividos no Bairro da Pompéia, em Belo Horizonte nos anos 50/60. Histórias e fotos de um grupo de jovens pertencentes à JUF-Juventude Franciscana, sob o comando dos Padres Capuchinhos.

Houve um tempo…

Houve um tempo em que para se ir à missa aos domingos se vestia a melhor roupa, masculina ou feminina. Hoje, tem gente que vai à igreja de saia curta, vestido decotado, seios de fora, bermuda, camisa de futebol e tênis, e não são crianças, são adultos, pessoas idosas. Houve um tempo que ir ao cinema era uma festa, um ritual, moças vestidos longos,sapatos saltos altos, os rapazes vestiam [...]

Eu sou daquele tempo.

Eu sou do tempo em que antes de sair de casa a gente pedia a benção ao pai ou a mãe, e não voltava da rua depois das 11 horas da noite. Eu já era adulto. Sou também da época em que jovens iam a missa todos os domingos, o padre era uma personalidade adorada, crianças corriam junto a ele para pedir-lhe santinhos. Como hoje pedem autógrafos a sertanejos e jogadores. Na minha época, e lá [...]

Naqueles tempos…

Naqueles tempos que não voltam mais, mas que é preciso sempre lembrar, até para não esquecer que eram tempos difíceis, de muito trabalho, às vezes na roça, pouco dinheiro, quase nenhum consumo. Estudo era para poucos, escolas disponíveis e gratuitas eram do Ensino Fundamental, primeira à quarta série. Quem conseguia cumprir esses quatro anos, não era mais analfabeto, tinha a [...]

Namorados de antigamente

Não se fazem mais namorados como antigamente. Eu sou do tempo em que no Dia dos Namorados, o homem mandava flores para a amada, fazia poesias, declamava versos de amor para ela e em noites frias de junho fazia serenata debaixo da janela de sua casa. E às vezes ganhava um balde d’água na cabeça, jogado pelo pai da moça. Sou do tempo em que as moças faziam footing na pracinha jogando [...]

Lembra daquele tempo?

Lembra o tempo que a gente catava feijão para cozinhar? Ele vinha cheio de pedras, grãos quebrados e com carunchos. Hoje, felizmente, a maioria dos feijões vendidos nos supermercados veem inteiros e limpos, é só levar direto para a panela de pressão. E as compras que se faziam antigamente, décadas de 50/60? Não havia supermercados nos bairros, apenas pequenos armazéns, na Pompeia era o [...]
1 2 3 8