Acabou o carnaval! Acabou?

Acabou o carnaval! Acabou? Que nada! Tem gente bebendo e pulando pelas ruas das cidades até agora. Plena Quarta-Feira de Cinzas. Danem-se as dívidas, o trabalho e o patrão.

Antigamente, não tão antigamente assim, lá pelas décadas de 50 e 60, carnaval durava somente três dias. Nada mais que isso. Era o chamado tríduo carnavalesco. Ou seja, domingo, segunda e terça-feira. Na Quarta-feira pela manhã, todo mundo na igreja, cabeça baixa, arrependido dos excessos momescos, pronto para receber na testa as cinzas do perdão.

Não tinha esse negócio de Blocos da Quarta-feira, da Quinta e da Sexta-feira depois dos dias de carnaval. Pular depois dos três dias de festas era o que acontecia com a maioria dos foliões, que tinham que se virar para pagar as contas e os exageros assumidos e cometidos.

O povo respeitava os 40 dias da Quaresma. Fazia reflexões, não comia carne vermelha, nem bebidas alcóolicas, e na Sexta-feira da Paixão, fazia penitências, jejuava, não varria a casa, não ouvia rádio, não assobiava, não falava alto, se recolhia num silêncio fúnebre.

Nesse dia, até as emissoras de rádio só tocavam músicas clássicas.

A gente acredita e respeitava.

Tudo isso eram coisas de antigamente…

Leave a comment

Your email address will not be published.


*